Como funciona a nova flexibilização do isolamento para casos de Covid sem sintomas por 24 horas

 

CASOS SEM SINTOMAS NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

 

Se no 5º dia a contar do início dos sintomas, a pessoa estiver há 24 horas sem febre ou sintoma respiratório sem uso de medicação antitérmica, poderá fazer o teste RT-PCR ou TR-Ag e se negativo, poderá sair do isolamento, observando recomendações adicionais.

Se no 7º dia a pessoa estiver há 24 horas sem febre ou sintoma respiratório sem uso de medicação antitérmica, poderá sair do isolamento, sem necessidade de testagem, observando recomendações adicionais.

 

CASOS COM SINTOMAS

No 7º dia a pessoa que ainda estiver com sintomas poderá fazer o teste RT-PCR ou TR-Ag e se positivo deverá manter isolamento por até 10 dias.

O protocolo menciona a possibilidade de sair do isolamento se o teste for negativo, mesmo na presença de sintomas, sempre mantidas as “recomendações adicionais”.

 

RECOMENDAÇÕES ADICIONAIS

Em todos os casos, as pessoas liberadas do isolamento antes de 10 dias deverão respeitar as chamadas “recomendações adicionais” até o 10º dia. Tais recomendações adicionais ainda não foram detalhadas, mas pelo praticado em outros países, seria o uso de máscara N95 ou PFF2 por todo o tempo, evitando se alimentar na presença de outras pessoas, tanto em casa como em restaurantes ou refeitórios, evitar viajar e evitar contato com pessoas de risco e aglomerações.

 

RETORNO AO TRABALHO

Salientamos que além dos protocolos de isolamento em face do caráter contagioso da doença, para retorno ao trabalho o empregado deverá estar com sua capacidade para o trabalho recuperada tanto para atividades presenciais como remotas, de modo que cada caso deve ser avaliado individualmente.

Além disso, nada impede que as empresas adotem medidas mais protetivas em relação à prevenção de contágio, como a exigência de avaliação médica ou teste negativo para qualquer retorno ao trabalho antes de 10 dias (e não somente nos casos de retorno antes de 7 dias, como consta do protocolo federal), bem como cuidados e restrições mais efetivas, a exemplo do fornecimento e exigência de uso de máscaras padrão N95 ou PFF2.

 

https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/noticias/2022/janeiro/ministerio-da-saude-reduz-para-7-dias-o-isolamento-de-casos-por-covid-19/apresentacao-da-coletiva-de-imprensa-ministerio-da-saude-reduz-para-7-dias-o-isolamento-de-casos-por-covid-19.pdf

Como funciona a nova flexibilização do isolamento para casos de Covid sem sintomas por 24 horas



Compartilhe